top of page
  • Foto do escritorLucas Chiquetto

Animais Fantásticos e os segredos de uma marca forte mesmo com "problemas"

Atualizado: 29 de abr. de 2022



Você pode não ser fã, mas uma coisa é fato: o universo Harry Potter, que nasceu há mais de 20 anos, até hoje encanta milhões de pessoas em todo o mundo, além, claro, de ser uma marca consolidada em termos de franquia. É tudo muito icônico: da música tema aos termos usados pelos bruxos quando estão com suas varinhas em mãos. É um universo extremamente criativo e inovador, criado por J. K. Rowling, que ainda fará parte das nossas vidas por muitos e muitos anos.



E falando sobre marca e sobre a autora, não tem como não falar sobre algo que, infelizmente, deixou sua marca pessoal um pouco manchada - para decepção de alguns fãs -, por conta de alguns comentários transfóbicos que ela fez, que gerou o maior rebuliço nas redes sociais com a possibilidade até de cancelamento da autora, e por conta de muitas histórias terem ficado em aberto no segundo filme da série, Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald, sem uma conclusão.



Não li em nenhum lugar, mas, minha opinião é que em Animais Fantásticos e Os Segredos de Dumbledore, a autora quis melhorar um pouco essa imagem perante seu público em relação a esses motivos. Para "abafar" um pouco os comentários em torno dela, foi trazido para o filme, explicitamente, um relacionamento gay que envolve um dos seus personagens mais marcantes: Alvo Dumbledore. Na tela, tudo ficou lindo, sensível e natural, e isso foi lindo. Rowling acertou em cheio falando sobre o amor, independente de como ele seja formado. Já sobre as histórias em aberto, J. K, em Segredos de Dumbledore, tentou fechar as do segundo filme e evitou, ao máximo, trazer mais histórias, inclusive sobre importantes cenas de flashback que seriam necessárias, ao meu ver, como, por exemplo, sobre a história da irmã de Alvo, Ariana.



Ainda falando sobre polêmica, não podia deixar de citar a mais pesada de todas, que é a troca do ator Johnny Depp pelo ótimo Mads Mikkelsen. A Warner Bros, preocupada com o respingo negativo que marca pessoal de Depp tivesse sobre a marca dos filmes, decidiu então trocar o ator. Depp foi acusado de bater na ex-mulher e isso prejudicou demais a sua marca pessoal, construída ao longo dos anos, entre ótimos filmes e, sim, algumas polêmicas envolvendo drogas.


Marca está relacionada com percepção, mas, também, com reputação, e, nesse quesito, o ator famoso e querido por fazer o Capitão Jack Sparrow, errou feio. Podem passar muitos e muitos anos e ele ainda vai carregar esse fardo e vai perder muitas oportunidades. Anos de construção de uma marca forte, uma atitude muito errada para destruí-la. Isso acontece com qualquer marca.



Ainda sobre o terceiro filme da franquia Animais Fantásticos, a título de curiosidade, temos uma brasileira nos representando, que é a linda Maria Fernanda Cândido, fazendo o papel de Vicência Santos, que tem uma única fala em todo o filme, mas aparece em cenas muito importantes. E mesmo sem ser mencionado, o Brasil aparece em uma única cena, o que me deixou feliz. Mas, para quem é fã, foi um pouco triste, porque, a cena filmada no Butão era para ter ser sido no nosso país, mas, por conta da pandemia, não foi possível, infelizmente. Quem sabe numa próxima oportunidade?!



Uma coisa é fato: o peso da marca imensamente forte do universo Harry Potter sempre vai carregar, "nas costas", qualquer história que venha a surgir desse universo bruxo, mundialmente conhecido, seja ela boa ou não. E a ideia, inclusive, é que esse mundo se mantenha vivo em nossas mentes por muito tempo. Além de um próximo filme da franquia de Animais Fantásticos, teremos, ainda este ano, um game sobre esse universo, chamado Hogwarts Legacy.



Assista ao trailer do filme, abaixo:





1 comentário

1 Comment


patricia_2704
Apr 24, 2022

Sensacional!!!

Todas as observações são exatamente minhas alegrias e “dores” sobre o filme, principalmente sobre a maravilhosa Maria Fernanda Candido, espero que tenha o próximo filme e a deixem brilhar! ⭐

Like
bottom of page